Elisabelferriche's Blog

abril 27, 2011

Quem sofre de Bullyng somos nós

Filed under: Opinião,Política — elisabelferriche @ 1:26 pm
Tags: , ,
Senador Robero Requião

 Àqueles que algum dia sofreram bullyng na vida devem estar odiando o senador Roberto Requião. Depois de tomar o gravador de um repórter da rádio Bandeirantes e só devolver o aparelho após apagar a entrevista que tinha dado, explicou no plenário o porquê da irritação e disse que foi vítima de bullying. “Perdi a paciência e peguei o gravador do repórter porque o fiz: para que ele não editasse a entrevista. Acho que é momento correto pra resolvermos esse problema e acabarmos com abuso com esse verdadeiro bullying que sofremos nós os brasileiros, parlamentares ou não, nas mãos de uma imprensa, muitas vezes absolutamente provocadora e irresponsável”, declarou Requião. A provocação a qual o senador se referiu foi o fato do repórter ter perguntado se Requião abriria mão da sua aposentadoria de mais de R$ 20 mil que ele recebe como ex-governador do Paraná, caso o Estado precisasse fazer uma redução de gastos. Ora, bullyng sofrem os demais trabalhadores brasileiros que precisam trabalhar 47 anos de sua vida, ou contribuir durante 30 anos ininterruptos para ganhar R$ 3,5 mil. Governadores tem quatro anos de mandato prorrogáveis por mais quatro anos se forem reconduzidos ao cargo e saem de seus palácios governamentais com uma aposentadoria dessas. Vítimas de bullyng somos nós perseguidos por um sistema previdenciário que prestigia ex-governadores, ex-presidentes, ex-senadores, ex-deputados. Porque os quatro anos de mandato não contam como tempo de serviço como todo mundo? Tem governador que com apenas 10 dias de substituição no cargo público já obtém aposentadoria como ex-governador. Se o governo quer acabar com os gargalos do INSS que comece por aí. Para acabar de uma vez com o bullyng que todos nós sofremos pois, desde que houve a tragédia em Realengo e sua divulgação na mídia, a toda hora alguém se sente vítima de bullying, como o senador Roberto Requião. No tempo em que eu cobria o Congresso Nacional, a atitude do senador Roberto Requião tinha outro nome.

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: