Elisabelferriche's Blog

junho 8, 2011

Deputados cobram do governo ações contra o consumo abusivo de álcool

Roberto Tykanori Kinoshita

Deputados e médicos psiquiatras cobraram do coordenador de Saúde Mental, Roberto Tykanori, Kinoshita, uma posição do governo para combater o uso abusivo de Álcool. Foi durante audiência pública da comissão especial da Câmara que analisa as causas e consequências do consumo abusivo do álcool, realizada na terça-feira (7). Os deputados reconhecem a seriedade do problema e acham que o governo não está fazendo nada para tratar seu dependentes.

Roberto Kinoshita reconheceu que para reduzir o consumo de álcool é preciso elevar os impostos do produto atualmente cobrados e de que é necessária uma campanha de prevenção séria. Segundo ele, os alcoólatras e outros dependentes químicos receberão ajuda do governo para largar o vício. O grupo interministerial encarregado de definir ações nesse sentido apresentará, nos próximos meses, ações concretas para que essas pessoas não só tenham acompanhamento médico e psiquiátrico, mas sejam inseridas na comunidade por meio de moradia social — subsidiada pelo governo — e sejam capacitadas a trabalhar e ter uma renda.

Durante a audiência da comissão especial da Câmara que analisa as causas e consequências do consumo abusivo do álcool foi apresentado o dado de que aproximadamente 10% da população brasileira são dependentes de bebidas em estágio avançado e sofrem de doenças causadas pelo exagero no consumo do álcool. O relator da comissão, deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP), manifestou preocupação com a estatística. “Ou seja, numa cidade como São Paulo dois milhões de pessoas já estão na fase aguda dessa doença. E o tratamento? Quem precisa de uma vaga para internar um doente de alcoolismo no País não acha em lugar nenhum, só em estabelecimento privado — e custa caro. Então, o Estado não dá conta disso”, lamentou Macris.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil está na lista de países com aumento do uso excessivo de bebidas alcoólicas. Além disso, de acordo com a última pesquisa do Centro Brasileiro de Informações sobre Drogas Psicotrópicas, 65% dos estudantes dos ensinos fundamental e médio de dez capitais brasileiras consumem bebidas alcóolicas.

A comissão especial sobre o consumo abusivo de álcool vai realizar conferências para debater o tema em cada região do País. Haverá reuniões em São Paulo (SP), Fortaleza (CE), Porto Alegre (RS) e Belém (PA). A primeira conferência regional acontecerá em 30 de junho na Assembleia Legislativa do Mato Grosso do Sul, em Campo Grande. O debate foi proposto pelo deputado Marcelo Aguiar (PSC-SP), e o presidente da comissão é o deputado Geraldo Resende (PMDB-MS).

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: