Elisabelferriche's Blog

dezembro 16, 2011

Do outro lado da corrupção

Filed under: Sem categoria — elisabelferriche @ 9:32 am
Tags:
Muita corrupção
Corrupção é grande no Brasil

 A corrupção é sem dúvida um dos limitadores do desenvolvimento brasileiro. Todos os dias surgem notícias de novos e mais elaborados casos de corrupção.

A corrupção não é monopólio do setor público. Ela se dá, na maioria dos casos, entre um agente público e um privado. Para cada deputado ou vereador que aceita uma propina, do outro lado do balcão está um empresário ou um simples cidadão fazendo o pagamento ou dando “aquela mãozinha” na hora da campanha.

Quais as causas da corrupção que hoje assistimos todos os dias na televisão e no rádio? De onde ela surgiu? Devemos nos espantar cada vez que for demitido um ministro de estado sob denúncias de corrupção?

A classe política é endógena, ela é escolhida pelo povo. Nas últimas décadas, o brasileiro concluiu que não tem problema roubar, quebrar sigilo bancário, distribuir propina ou deixar as crianças sem merenda escolar. Afinal, o brasileiro comete pequenos crimes no seu cotidiano: passa com sinal fechado, usa software pirata, assiste à programação da TV à cabo com o aparelho da Net-Cat, rouba produtos no supermercado, sonega impostos etc.

Recentemente, o brasileiro também gostou da ideia de receber sem trabalhar, se aposentar sem contribuir para a Previdência Social e passar de ano sem ter que estudar. Descobriu que é legal ter uma vaguinha reservada na faculdade e que é bom tomar um crédito com juros subsidiado.

Isso não vale só para os indivíduos e famílias. Vale também para os empresários. Eles se acostumaram às negociatas e a não ter concorrentes. Competição? Agências Reguladoras? Não são necessárias, pois teremos grandes empresas brasileiras. E se vier competição do exterior? O que fazem os grandes empresários brasileiros? Demandam um aumento de IPI ao governo e depois, na hora da campanha, retribuem o favor.

Isso mesmo, do outro lado do balcão da corrupção sempre tem um agente privado. Não esqueça disso!

Vem aí a Copa do Mundo? Estádio público, é claro! Tudo muito simples. Eles põem a mão no bolso do pessoal e fazem a máquina funcionar. Não sem antes dar aquela superfaturadinha e embolsar o “vosso”. E a população? Vota novamente na próxima eleição e ainda vai dizer que fizeram mais do que o antecessor.

E os corruptos que são descobertos? Esses ficam soltos porque, afinal, somos todos brasileiros. Muitos se identificam com o bandido, pois muitos já pediram desconto se o produto não tiver nota fiscal na hora da compra. E a Justiça? Bem, esta também tem muitos brasileiros que passaram em concursos públicos e que também se identificam com os corruptos. E os médicos do SUS? São também brasileiros. Muitos assinam um contrato de 8 horas e trabalham 4. São muitos os casos e situações. Todas com suas devidas exceções, obviamente. Nem todo mundo é corrupto.

E assim vai, todos são brasileiros. É tudo endógeno! Os políticos e suas decisões são um reflexo da sociedade brasileira. É o brasileiro na sua imagem mais cristalina. Segundo alguns, é o que o Brasil tem de melhor.

E porque parece que a corrupção só aumenta? Com o aumento da renda e do tamanho do Governo, os casos de corrupção cresceram exponencialmente. Nada fora do normal. Cresceu o bolo, cresceram os participantes da festa e cresceram os tamanhos das fatias. Só isso. Não se espante com a “queda” de mais um ministro. Um outro entrará no lugar dele.

Mais um exemplar do que o Brasil tem de melhor!

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: